O REINO NUMA MOCHILA

 

     Hoje, ao chegar na estação Sé do metrô, uma cena me chamou a atenção: um mendigo estava sentado na plataforma. Na verdade, foram duas as coisas que me chamaram a atenção: uma que eu nunca vi mendigo dentro de uma estação do metrô, e outra que o mendigo era em anão. Um anão de barba branca.

     Pois bem, esse mendigo se levantou, pegou sua mochila e caminhou na direção da escada rolante. E eu fiquei pensando, que tudo o que aquele mendigo tem está naquela mochila. Ou seja, todos os seus bens, estão numa mochila surrada e suja, assim como suas roupas. E meu pensamento viajou ainda mais: estaria ele nessa situação por que? Veio de outro lugar atrás de trabalho, e ficou na mão? Fugiu de casa, deixando os problemas cotidianos pra trás e carregou seu mundo numa mochila? Ele não deve ter dinheiro pra gastar, mas também não tem contas pra pagar. Será? Será q ele pensa em voltar, seja pra sua terra ou para os seus problemas cotidianos? Será que o mundo cabe numa mochila?

NÃO SAIA DE PERTO DE MIM

 

     Panturrilhas torneadas empanturram a visão ,

     E tornam mais ridículas uma apaixonada ação .

     Um caminhar que já é tão gracioso no dia a dia ,

     Com saia branca a caminhante ganhou mais leveza ainda .

[ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, ITAIM PAULISTA, Homem, de 36 a 45 anos, Música, Arte e cultura, Futebol

 
Visitante número: