NO UNIVERSO DOS INDEPENDENTES

 

     O universo das bandas independentes é tão grande quanto o nosso universo cósmico. Assim como existe uma infinidade de estrelas, planetas e afins, existe uma infinidade de bandas "vagando" por aí, esperando a hora de ser vista e melhor, ouvida por alguém.

     Vou usar esse espaço para falar sobre uma dessas bandas. Fui ao CCSP e vi a apresentação de Los Porongas. Achei a banda muito bacana, com um som vigoroso ao vivo e uma performance muito boa. O vocalista canta "com vontade", e os músicos são muito bons. Procurei informações sobre eles na internet, que aliás é uma ferramenta importante para as bandas independentes, e descobri que os caras são do Acre (nunca tinha ouvido falar de uma banda ou cantor acreano) e que o CD (que foi produzido pelo Philippe Seabra, do Plebe Rude) está disponível para donwload no site da banda ( www.losporongas.com.br ), que também tem um link para o MySpace dos caras.

     Vale a pena conferir. Pelo menos pra mim, a surpresa foi boa.

NO DIVÃ

 

     Nem bem deitou no divã e começou a falar:

     " Cada dia que passa, vejo menos sentido na minha vida. Não acredito mais no trabalho que faço, até por que sei que poderia fazer mais do que faço. Às vezes acho que se eu não existisse, o mundo não sentiria falta, quero dizer, as coisas seriam da mesma forma com ou sem a minha existência. Me sinto perdido, e sem direito a mapa, guia, bússula, GPS, ou algo parecido.Acho que tudo que fiz até agora foi em vão, foi um erro. Gostaria de recomeçar, mas não sei se o tempo me dá tempo pra isso. Quanto tempo é preciso pra recomeçar uma vida? Como recomeçar a vida quando se descobre que a que levou até então foi perdida? Nem sei porque estou dizendo isso pra você...você não é o Tempo, e é com ele que eu deveria reclamar, ou pedir uma pausa. O tempo não tem pausas. Queria fazer as coisas em pausas. Acho que nunca tive um pausa. A vida é um filme sem direito a pausas. A vida é um filme que só pausa no final..."

[ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, ITAIM PAULISTA, Homem, de 36 a 45 anos, Música, Arte e cultura, Futebol

 
Visitante número: