TRILOGIA DAS CORDAS

 

     Nesse dia 20, eu consegui fechar o que chamo de "trilogia das cordas", um projeto que começou em 2006.

     Eu comprei um violão em 2006 ( http://www.giannini.com.br/antigos_detalhe.asp?id=1768 ).

     A guitarra, eu comprei em 2007(http://www.squier.com.br/padrao/padrao.php?link=lista_produtos&codigo_linha=1043&produto=6855#15 ).

     Eu já tinha esses instrumentos, mas eram do tempo que eu aprendi a tocar (e isso já faz mais de 15 anos...  ) e resolvi comprar instrumentos novos. Pois bem, um instrumento que eu não tinha era um baixo. O problema que eu eu sempre fui fã do modelo que o beatle Paul McCartney usa, e sempre disse que se fosse pra ter um, tinha que ser desse modelo. Pois bem, a procura acabou e eu pude fechar a minha trilogia (http://www.condormusic.com.br/br/produtos/?id=54 ).

     Agora é só colocar as cordas para vibrar e os ouvidos para ouvir.

    

    

TAXA DE CÂMBIO

 

     O valor do dinheiro é algo um tanto quanto misterioso. Porque uma nota de R$ 10 vale dez vezes mais do que uma de R$ 1? Como se determina o valor de uma nota de R$ 100, ou US$ 100?

     Bem, vou deixar os valores monetários de lado e relatar um episódio que me fez pensar sobre como cada pessoa dá um valor diferente para o dinheiro, ou as maneiras diferentes que as pessoas usam o seu dinheiro. Ontem, fui até a Saraiva Mega Store dar uma olhada em alguns CDs e livros quando vi uma caixa com 7 CDs do Pearl Jam, que são de três shows gravados em 2005 e 2006 (http://www.pearljam.com/releases/release.php?release=gorge&type=None). Pois bem, a tal caixa estava em promoção (R$ 89) e eu resolvi levar. Ao chegar no caixa para pagar, a atendente comentou comigo :

     - Ah, eu pago R$ 89 chorando  numa calça... não sei se daria numa caixa dessa...

     E eu respondi:

     - Eu também choraria  se pagasse R$89 numa calça. Mas não pago.

     E ela continuou falando sobre o que vale mais:

     - Bem, eu vou ser sincera: sou louca por bolsas. Se tiver que comprar uma de R$ 300 eu compro. Nem que eu tenha que ficar pagando um bom tempo...

     Como eu nunca pagaria tudo isso numa bolsa, respondi:

     - R$ 300!!! De jeito nenhum. Uso minha boa e velha mochila, e se tiver que comprar outra, acho que não pago mais que R$ 100.

     Ela imprimiu a nota e me entregou, junto com minha caixa.

     Sai da loja pensando nisso  . O dinheiro tem um valor "estampado", mas na verdade, cada pessoa dá um valor diferente pra ele. Cada um gasta como gosta.

     Bem, estou escrevendo esse texto ouvindo um dos sete CDs da minha caixa. Mais uma aquisição pro meu pequeno tesouro, que são meus CDs do Pearl Jam. Paguei um valor específico por cada um deles, mas dificilmente os venderia. Quanto vale isso? Eu não sei. Aliás, alguém sabe quanto vale as coisas que realmente gostamos  ?

[ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, ITAIM PAULISTA, Homem, de 36 a 45 anos, Música, Arte e cultura, Futebol

 
Visitante número: