ESPERANDO UM ECLIPSE

    

     Corinthians. Alvinegro paulista. Quando acontecem as suas glórias, o dia fica colorido em branco e preto, tudo fica mais bonito.

     Quando ocorre uma infelicidade como a de ontem, até a cidade amanhece menos feliz, o sereno da madrugada se mistura com as lágrimas diluindo as tintas e o dia se torna cinza. Até o Sol, corinthiano que é, acorda mais triste. Triste como a Lua. Lua de São Jorge. Lua que na noite de ontem era lua cheia, e nessa noite será minguante. Assim como as fases lunares, cíclicas, também se renova a esperança corinthiana, que sempre amanhece, com mais ou menos força como o Sol.

      E, se até mesmo o Sol se encontra com a Lua nos eclipses, um dia o Corinthians encontrará sua Libertadores.

 

[ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, ITAIM PAULISTA, Homem, de 36 a 45 anos, Música, Arte e cultura, Futebol

 
Visitante número: