A VOZ DO POLVO

 

      E com o apito final do árbitro, acaba mais uma Copa do Mundo com a Espanha ganhando pela primeira vez um título mundial. Torci pelos espanhóis nessa final contra a Holanda e ainda bem que meu pé frio resolveu não funcionar dessa vez já que, nessa Copa, errei vários resultados nos poucos bolões que participei.

     Essa Copa foi marcada por algumas “substituições” no papel de estrelas: saíram Kaká, Cristiano Ronaldo, Messi para a entrada de Mick Jagger, Jabulani e Polvo Paul. O líder dos Stones foi taxado de pé frio (mais que eu) e coitado dos times pelos quais Mick torceu. A Jabulani foi pra onde bem entendeu, fez curvas incríveis e assim se tornou, literalmente, a bola da vez. Já Paul, o polvo, foi o maior vidente futebolístico de todos os tempos acertando todos os resultados (inclusive a eliminação da seleção de seu país, a Alemanha).

     Agora, as atenções se voltam para o Brasil onde será a próxima Copa do Mundo. Isso se o mundo não acabar em 2012. Acho bom perguntar pro Paul... Bem humorado

(Pois é... O jogo foi brigado, foi jogado, sobrou emoção, mas faltou equilíbrio emocional pra Seleção.

O negócio é organizar a casa (literalmente) pra 2014)

PROMESSA DE EMOÇÕES

 

     A Seleção Brasileira pega a Holandesa daqui a pouco pelas quartas de final da Copa do Mundo. É uma partida que, historicamente, promete ser emocionante (a da Copa de 1998 foi um dos melhores jogos que eu já vi).

    Com toda essa carga, espero que a raça brasileira finalmente apareça.

[ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, ITAIM PAULISTA, Homem, de 36 a 45 anos, Música, Arte e cultura, Futebol

 
Visitante número: